quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Eu apareci no Jornal Nacional

jornal_nacional

Antes de discorrer sobre os passos propostos no texto “Passos para enfrentar o desconhecido”, abro espaço para um conteúdo mais descontraído ocorrido em 1990. Fato este que foi lembrado após incentivo do Eduardo que pode ser mais bem conhecido em seu blog TETRAPLÉGICOS .

Pois bem.

Meu 16º aniversário estava se aproximando e eu já ocupava uma área da enfermaria onde ficavam os pacientes com alta programada, quando um especialista em adaptações para deficientes me convidou para testar um aparelho que passava as folhas das revistas com um simples sopro e eu dizia a eles que tetraplégico sentado e soprando era sinônimo de desmaio. Eles riram e o teste continuou.

Estava então eu sentado na cama – que por obra destes mesmos inventores virava uma cadeira – tendo a minha frente uma parafernália de fios, cabos e outras coisas que até hoje desconheço, com uma prancheta onde a revista era colocada, tendo na ponta das páginas algo que lembra um limpador de pára-brisas grudado a elas; próximo a minha boca havia duas pequenas rodinhas com um sensor no meio onde eu soprava de um lado e o limpador, ou melhor, o braço mecânico passava a página e se soprasse do outro lado ocorria o inverso, mas vou parar por aqui esta descrição antes que estrague ainda mais a invenção dos técnicos ou deixe quem está lendo altamente desorientado.

Para minha surpresa instalaram dois holofotes e vi uma câmera.

Somente aí fiquei ciente que me preparavam para demonstrar a tal invenção em um jornal de âmbito nacional com cabelo penteado, maquiagem, mas... Sem poder dar uma palavra e isso sim me irritou ao ponto de hoje sequer lembrar o nome da repórter. Não pude nem falar meu nome!

Passado esse momento “cyborg”, não é que um amigo do estado do Paraná me reconheceu e meses depois veio me visitar pedindo autógrafo?!

Claro que era de brincadeira.

Até durante uma cirurgia para fechar uma ferida de nome escara, os cirurgiões faziam brincadeira com esta breve aparição na televisão.

É exatamente assim, mesmo estando em situação de dificuldades impostas pela deficiência, o bom-humor era auxílio eficaz para descobrir atalhos em movimentos que julgávamos não ter.

Até a próxima.

Angelo Márcio.

Movimento, segundo o conceituado dicionário Aurélio, é:

1.Ato ou processo de mover(-se); deslocamento.
2.Um determinado modo de mover-se.
3.Afluência de gente que se move.
4.Animação, agitação.
5.A marcha dos astros.
6.Série de atividades organizadas por pessoas que trabalham em conjunto para alcançar determinado fim.
7.Evolução ou tendência, em determinada esfera de atividades: etc.

4 comentários:

Eduardo Jorge disse...

Nem me tinha apercebido que tinhas apenas 15 anos aquando do acidente.

Lamento a perda de uma juventude em pleno! Uma juventude em que pudesses ter ficado pelo menos com o gosto de vários devaneios ou não.

Meu acidente ocorreu aos meus bem vividos 28 anos. Deu para ter passado por muitas coisas.

Tua escrita é muito descritiva. Dá para viajar com tuas palavras. Parabéns!

Fica bem.

Angelo Márcio disse...

Pois é, meu amigo. Tinha 15 anos.
Ás vezes, também lamento a perda. Só que tive a oportunidade de ser precoce em quase tudo e também em alguns devaneios.
Hoje falo para a juventude que não há idade melhor que 15 anos e sua “irresponsabilidade”.
Felicito seus bem vividos 28 anos, ou melhor, todos os anos até agora.
Sabe, Eduardo, sou um contador de histórias que trabalha para ajudar jovens e tento trazer para as letras a imagem das verdades contadas. É uma pretensão, um aprendizado e um desafio.

Obrigado e fortaleza sempre!

Eduardo Jorge disse...

Tens esse dom. Eu não. Escrevo e pronto. Nunca saem tão completas minhas frases como tuas.
Parabéns, mesmo!

Ajuda sim. Nada melhor do que estar com e para os demais.

Continua animado. Eu também tento.

Fica bem e aguardo mais crónicas.

Angelo Márcio disse...

Então continuemos com o bom uso deste dom.
Assim como cada um faz uso do que tem.
Este final de semana talvez eu nada escreva. Vou para um passeio com amigos.

Felicidades e fortaleza sempre!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...